terça-feira, 28 de outubro de 2008


Aristóteles diz que a filosofia começa na admiração, mas no Oriente não é assim.

No Oriente, ninguém diz que a filosofia começa na admiração.

No Oriente,dizemos que a filosofia começa na consciência do sofrimento, não na admiração; na angustia do homem, não na admiração.

A filosofia começa na ansiedade do homem, na falta de sentido da vida do homem e na sua consciência disso.

Por isso, a filosofia Ocidental manteve-se como uma espécie de entretenimento.

A filosofia oriental não é entretenimento - é trabalho, é SADHANA.

De facto não existe nenhuma palavra em nenhuma lingua para traduzir esta palavra indiana, SADHANA, porque nunca existiu nada como isto em parte alguma.

SADHANA significa que a filosofia não é apenas pensar, mas ser.

Você tem de se tornar a sua filosofia, tem de a viver! Ela tem de se tornar o seu sangue, os seus ossos e a sua medula.

SADHANA tem de se tornar a sua maneira de viver.

O que quer que pense que está certo, tem que ser vivido - é a unica prova de que aquilo que pensa está certo.

Se pensa que algo está certo e vive de outra maneira, então está a enganar os outros e a enganar-se a si mesmo.

(Osho)

Um comentário: