quinta-feira, 24 de julho de 2008

Pablo Neruda - La cancion desesperada

4 comentários:

Zé Povinho disse...

Mensagem bela mas muito triste. Por cá o Sol brilha, os pássaros chilreiam e os sorrisos abrem-se vivendo intensamente as merecidas férias (isto para quem está de férias).
Abraço do Zé

fotógrafa disse...

“A cantiga é uma arma…
e eu não sabia…
A cantiga é uma arma…
Contra a burguesia…
Tudo depende da raiva,
E da alegria!!!”…rsrs

Hoje é sexta feira…BFDS!!!

Abraço

Noivo disse...

é tempo de coisas alegres!

Antheos disse...

Olá Miki!
Pablo Neruda! Boa escolha! É bom passar por teu blog.
Beijos! António

Visita:
http://euli.blogs.sapo.pt/